quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Contribuição de Thiago Dias Barbosa

Prezado Leitor,

Engraçado, um Campineiro falando de PÁDEL, um esporte de raquete amplamente difundido na região sul (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná), sob forte influência dos Argentinos e que a meu ver é marginalizado no nosso país e muito disso se deve ao fraco trabalho da Federação Brasileira deste Esporte.

Enfim talvez este desabafo não resulte em nada, mas assim como você tantos amam o Tênis eu aprendi em pouco mais de três meses a amar o Pádel, sou um futebolista por natureza, e tinha uma visão errada sobre os esportes de raquete, sempre associei os mesmos a classe mais rica do nosso país, ou seja, um esporte elitista, engano meu certo!

Comecei a praticar Tênis há uns seis anos atrás, quando eu tinha uns 24 / 25 anos de idade, parei por diversos motivos pessoais, mas neste ano de 2011 sob influência de um grande amigo "gaúcho" que mora aqui em Campinas, fui apresentado ao PÁDEL, um esporte espetacular, um esporte que integra as pessoas, fácil de jogar, que não exige grandes investimentos, enfim um esporte democrático ao extremo. Nestes três meses a quantidade de praticantes (nossa turma) aumentou de quatro para nove pessoas, e com muitos interessados aguardando uma oportunidade.

Mas como nem tudo são flores, nos deparamos com um baita obstáculo: uma cidade com 1 milhão e 300 mil habitantes conta com apenas uma quadra para se jogar, um absurdo! A Academia de Tênis João Soares é o único reduto do Pádel aqui em Campinas e vou além, a única quadra disponível para locação no interior do estado de São Paulo. O pior é que estamos na iminência de perder esta quadra, pois a falta de cuidados, manutenção e investimento estão dificultando em muito a prática do esporte.

Estamos tentando de diversas maneiras uma solução, infelizmente não dispomos de local e nem de recursos próprios para a construção de uma quadra, 30 mil Reais não caem do céu todo dia né? Nossa ultima tentativa foi solicitar ao ex-tenista e proprietário de um centro de treinamento em Valinhos, o Jaime Oncins, se o mesmo se interessaria pelo projeto e estaria disposto a fazer o investimento, neste caso o custo seria menor uma vez que ele dispõe de uma área ociosa já com o piso (padrão Lisonda de Concreto), o mesmo se interessou e estamos aguardando uma resposta, e tomara que seja positiva.

O que me incomoda também é o fato de não podermos contar com a Federação Brasileira de Pádel, não sei qual é o real objetivo da atual gestão, me parece que é a busca de resultado em competições internacionais, eu acredito que deveria ser na massificação do esporte em todo o Brasil, estou errado? Como podemos querer resultados se o esporte é praticado apenas no Rio Grande do Sul, sede da Confederação, em Santa Catarina e um pouco no Paraná, onde esta o trabalho de divulgação do esporte? Onde esta o apoio aos padelista de outros estados?

Não queremos dinheiro, queremos parceria, queremos praticar PÁDEL, apenas isso!

Um abraço a todos.

Thiago Dias Barbosa
Campinas – São Paulo

Um comentário:

Leonardo Porto disse...

Olá Galera do Blog, sou Leonardo de 15 Anos e jogo tênis há 6 anos aqui em Campinas.
Hoje através de videos conheci o Pádel, gostei muito e me interessei por jogar....lembrei também que a alguns anos atrás entrei nessa quadra no João Soares.
Então achei esse Blog e gostaria de saber se o grupo de vocês ainda joga no João Soares???